Volvo FH – 25 anos de inovação

O Volvo FH é um sucesso enorme. E as inovações que beneficiam motoristas, proprietários, segurança e negócios continuam a mudar o panorama. "É preciso fomentar uma cultura que permita às pessoas explorar novas ideias. E uma estrutura que implemente as ideias que criam valor para os clientes", diz Staffan Rödjedal, Gestor de Produtos FH na Group Trucks Technology.

Cronologia de inovações do Volvo FH

Inovação e novas funcionalidades – o Volvo FH continua a evoluir.

Em 1993, a Volvo Trucks apresentou ao mundo o camião mais avançado até então: o Volvo FH.
Com funcionalidades como o motor D12A e o Volvo Engine Brake, as especificações técnicas eram impressionantes. Mas talvez ainda mais impressionante era a atenção dada ao motorista. O Volvo FH era, e continua a ser, o sonho de qualquer motorista. A nova cabina contemplava a situação dos motoristas. O camião é um local de trabalho, não só quando se conduz, mas também quando se descansa ou dorme. Através de testes intensivos com mais de 1.500 motoristas e utilizadores de camiões, a Volvo Trucks conseguiu construir uma nova cabina de origem que criou toda uma nova experiência.
"Colocámos o motorista no centro das atenções. E continuamos a fazê-lo", diz Mats Karlsson Lindh, Diretor de Planeamento de Produtos na Group Trucks Technology.
Atualmente, o Volvo FH continua a fazer evoluir a experiência de camionagem. Com funcionalidades como a exclusiva Direção Dinâmica Volvo, que aperfeiçoa o controlo da direção e reduz, ao mesmo tempo, lesões do motorista devido ao esforço, a Volvo Trucks continua a impulsionar o progresso.

A história na base do Volvo FH começou nos anos 80. A Volvo Trucks tinha uma ampla gama de camiões para muitos mercados, mas havia necessidade de um processo melhorado e de uma plataforma comum de programa de produtos. Com o FH, a Volvo Trucks criou um modelo para inovações futuras. Uma das inovações fundamentais para o desenvolvimento foi o novo chassis. O design dinâmico proporcionou aos engenheiros uma plataforma comum para continuar a desenvolver e criar funcionalidades personalizadas para cada necessidade.

Testes do modelo Volvo FH ao nível da aerodinâmica

A investigação ao nível da aerodinâmica feita para o Volvo FH não teve precedentes.

"Descrevi este melhoramento do processo industrial como um transplante de coração e cérebro para a Volvo Trucks. Mudou a forma como trabalhamos", diz Jan Johnsson, que trabalhava como gestor de projetos na altura.

Como mencionado, o Volvo FH é um camião para motoristas, mas a Volvo também reconhece as necessidades comerciais dos clientes. Isso era tão importante no lançamento como é atualmente.
"A investigação ao nível da aerodinâmica que fizemos no design não teve precedentes. Isso permitiu um consumo de combustível mais baixo para os clientes", diz Mats Karlsson Lindh.

O chassis também foi feito com um foco claramente comercial, com soluções flexíveis para diferentes capacidades de carga. Atualmente, a Volvo Trucks não se poupa a esforços para encontrar soluções que reduzam ainda mais o consumo de combustível dos clientes. Software I-shift atualizado, elevação do eixo tandem, I-park cool, formação Fuelwatch para motoristas e cruise control preditivo I-see são apenas algumas das inovações recentes que melhoram os resultados para os clientes.

Motoristas a conduzir um Volvo FH

A Volvo Trucks costuma começar com problemas reais dos clientes para encontrar novas funcionalidades.

O progresso nunca para. E o FH está sempre a melhorar. Na Volvo Trucks, o trabalho continua. "É normal começar com um problema real dos clientes. Por exemplo, a Direção Dinâmica Volvo – um dos pontos de partida foi o desejo de encontrar uma solução para reduzir o esforço da direção em rotundas. Durante essa investigação, encontrámos tantas novas possibilidades que o resultado da evolução foi algo muito mais avançado: a VDS, tal como a conhecemos atualmente", diz Staffan Rödjedal.
Criatividade e fomento de boas ideias são dois componentes importantes do processo que leva a inovações com sucesso. O trabalho árduo é outro.
"É preciso contabilizar o longo e árduo trabalho de evolução. Cada funcionalidade foi testada e experimentada durante anos, antes de funcionar como pretendemos – e como os nossos clientes se habituaram a esperar."

Artigos relacionados